Para que SAC, se temos as Redes Sociais?

Não existe mais a opção de não estar nas redes sociais

Não existe mais a opção de não estar nas redes sociais

Está mais do que comprovado. As redes sociais são mais ágeis do que os SAC’s para solucionar os problemas dos consumidores.  Você imagina por quê?

Veja o que diz Juliana Rios, superintendente do SAC do Santander: “Não existe mais a opção de não estar nas redes sociais. O efeito avassalador atinge todo mundo.”. Lembra o caso Brastemp? Pois é.

A velocidade de conversação e ativismo na rede é muito alta. Tanto que uma empresa não pode se dar ao luxo de demorar muito ao responder aos seus clientes. Como a Juliana Rios mesma diz:  “A própria rede não permite responder no dia seguinte”.

O Santander definiu assim três metas para as redes sociais: Reclamações via Twitter devem ser atendidos em até duas horas. Via Faceboom, em até 24 horas. Via telefone, em até cinco dias úteis. (veja mais exemplos na reportagem “Redes sociais são mais ágeis que SAC como canal de reclamação“).

A Folha.com publicou alguns dados sobre como as redes sociais funcionam quando utilizadas pelos consumidores para reclamações. Veja abaixo:

Redes Sociais mais ágeis do que SAC

Be Sociable, Share!

Você poderá gostar também:



Deixe seu comentário