Paulo Coelho – O Pirata

Eu não gosto dos livros de Paulo Coelho, nem de suas músicas, e acho ele um cara meio tosco.
Mas isso é uma opinião pessoal.

A verdade é que, quer queira quer não, ele é muito inteligente, bom nos negócios e no marketing.
Não é a toa que é um dos autores brasileiros mais traduzidos no mundo todo, e terá livro seu transformado em filme.

Ele é antenado com tecnologia, e foi um dos que primeiro percebeu que de graça é mais lucrativo do que obrigar as pessoas a pagarem. Tanto que ele mesmo criou um blog chamado “Pirate Coelho“, onde ele disponibiliza cópias “piratas” de seus livros para o download gratis.

Isso daria prejuízo a ele? Muito pelo contrário. O seu livro “O ALquimista” na Russia, passou de 1000 cópias vendidas para mais de um milhão de cópias após a disponibilização do livro gratuitamente pela web.

Assista uma pequena palestra com ele explicando como o mundo “pirata” está tornando-o mais rico, mais conhecido e cada vez mais vendido:
http://thepiratesdilemma.com/changing-the-game-theory/alchemist-concocts-a-new-business-model-for-books

Agora, Paulo Coelho, indo contra a maré de artistas que acharam correto o julgamento tendencioso do The Pirate Bay, está oficialmente ao lado dos criadores do The Pirate Bay, se oferecendo inclusive para ir para a Suécia para dar apoio ao site.
Leia mais aqui.

Eu não gosto dos livros de Paulo Coelho. Mas não vou mentir… estou me tornando fã dele, pois ele é de fato um autor, um criador, que está vivendo no século XXI e cada vez mais coerente com a mentalidade (Zeitgeist) de agora.

Be Sociable, Share!

Você poderá gostar também:



Deixe seu comentário